fbpx

Alan Costa (Coletivo Afrobapho) e Ana Giselle A TRANSÄLIEN (MARSHA!)

#Afetos

O Mês do Orgulho LGBTQIA+ inspira uma série de lives do projeto Afetos, da Casa Natura Musical, cujo tema do mês é O Futuro é Coletivo. Os artistas convidades para essas edições propõem diálogos que apontam para um futuro coletivo de amor, dignidade e afeto para as existências LGBTQIA+ e vidas pretas.

Os bate-papos também pretendem trazer aos espectadores aprendizados a partir da potência dos movimentos negro e LGBTQIA+ e seus modelos de organização em quilombos urbanos e digitais de resistência. A ideia é gerar reflexão sobre a importância da troca de conhecimentos, da criação de redes de contato e desenvolvimento de soluções em comunidade.

Por isso, no dia 24 de junho, o projeto recebe Alan Costa (Afrobapho) e Ana Giselle A TRANSÄLIEN (Marsha) para um bate-papo sobre o tema no instagram da Casa Natura Musical, a partir das 19h.

SOBRE ALAN COSTA E ANA GISELLE

Alan Costa é baiano, produtor cultural e artístico e ativista interseccional dos movimentos negro e LGBTIA+. Atuou como mobilizador social em projetos da Anistia Internacional. Também  é o idealizador do Coletivo Afrobapho – formado por jovens negros LGBTIA+ da Bahia, que utilizam as artes integradas como forma de mobilização social.

O Coletivo Afrobapho surgiu em novembro de 2015 e é formado por jovens negros LGBTiA+ baianos, que utilizam as artes integradas como ferramenta de mobilização e sensibilização social. Através de performances, dança, música, produções audiovisuais e intervenções urbanas, abordam numa perspectiva antirracista, questões de estética, dissidências de sexualidade e gênero, que confrontam o padrão heteronormativo da sociedade.

O Afrobapho é uma narrativa potente que se manifesta através de corpos dissidentes, que por muitas vezes foram excluídos e silenciados na sociedade. Produz narrativas criativas que tranbordam a pura manifestação da liberdade do ser, em forma de movimentos inspirados pela ancestralidade africana, afrofuturismo e produções artísticas da diáspora negra mundial. É um movimento interseccional da juventude negra LGBTIA+, que através das artes buscam tornar o mundo melhor.

Ana Giselle A TRANSÄLIEN, corpa híbrida transitando entre a utopia e o mistério, é artista transmídia, produtora cultural, curadora de arte, corpo-espetáculo, DJ, idealizadora da Coletividade MARSHA! e articuladora pelos direitos das pessoas trans e travestis no Brasil.

A MARSHA! é uma coletividade sociocultural de produção artística-pedagógica, afetiva e política composta por pessoas trans e travestis, atuante desde 2018 na cidade de São Paulo, construindo e promovendo ações afirmativas em prol da reintegração social, cidadania plena, prosperidade e restituição das humanidades da população Transgênera.  O coletivo tem realizado Festivais Online como estratégia de sobrevivência frente a pandemia do Covid-19, gerando renda e subsídio entre a comunidade LGBTQIA+.

Alan Costa (Coletivo Afrobapho) e Ana Giselle A TRANSÄLIEN (MARSHA!) #Afetos
Quando: 24/06 | qui | 19h
Onde? Instagram @casanaturamusical

– Fotos do Evento