fbpx

Artur Santoro (Batekoo) e MC Carol

#Afetos

O Mês do Orgulho LGBTQIA+ inspira uma série de lives do projeto Afetos, da Casa Natura Musical, cujo tema do mês é O Futuro é Coletivo. Os artistas convidades para essas edições propõem diálogos que apontam para um futuro coletivo de amor, dignidade e afeto para as existências LGBTQIA+ e vidas pretas.

Os bate-papos também pretendem trazer aos espectadores aprendizados a partir da potência dos movimentos negro e LGBTQIA+ e seus modelos de organização em quilombos urbanos e digitais de resistência. A ideia é gerar reflexão sobre a importância da troca de conhecimentos, da criação de redes de contato e desenvolvimento de soluções em comunidade.

Por isso, no dia 17 de junho, o projeto recebe MC Carol e Artur Santoro para um bate-papo sobre o tema no instagram da Casa Natura Musical, a partir das 19h.

 

SOBRE ARTUR SANTORO E MC CAROL 

Artur Santoro é bicha, negra, afeminada e diretor de projetos da BATEKOO, plataforma voltada ao público negro e LGBTQIA+ que mobiliza mais de 150 mil jovens periféricos em diversas cidades pelo Brasil. Graduando em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e pesquisador de arte e culturas africanas e afro-brasileiras, é curador independente, palestrante e criador de conteúdo. Por dois anos, integrou a equipe de curadoria do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand e atuou ativamente na concepção e construção de exposições, entre elas, destaca-se Histórias Afro Atlânticas (2018).

Desenvolveu pesquisa ligada às instituições University of California, Berkeley, Fundação Getúlio Vargas e USP, com foco nos temas de homossexualidades, masculinidades e territorialidades. Foi curador convidado do SP na Rua 2019, Edital Natura Musical 2020, 1º Edital de Apoio aos Blocos de Carnaval de São Paulo, entre outros.

MC Carol é um dos nomes de relevância do funk carioca. Sucesso com músicas como “Minha vó tá maluca”, registradas em DVD da Furacão 2000, a MC ficou conhecida pelo grande público em 2015, ao participar de “Lucky Ladies”, reality show da FOX. Em 2016, lançou “Bandida”, seu primeiro álbum, e surpreendeu ao cantar temas como a realidade das comunidades, a sexualidade e o feminismo. Com esse trabalho, a MC mostrou que o funk pode ser usado como arma, para dar a letra sobre ser resistência. Deste disco, surgiram sucessos como “Não foi Cabral”, “Delação Premiada” e “100% Feminista”.

Nos últimos anos, MC Carol fez shows nos EUA, Reino Unido, Alemanha, e Portugal; palestrou na Brown University; foi atração da edição 2019 do Rock in Rio; e viralizou com sua participação na primeira temporada do reality show “Soltos em Floripa”, da Amazon Prime Video. A funkeira foi anunciada como uma das integrantes da turma inaugural de artistas do #YouTubeBlack Voices / Fundo Vozes Negras, iniciativa idealizada pelo YouTube para potencializar artistas e criadores negros, munindo-os de recursos para terem sucesso e visibilidade na plataforma e fora dela.

“Levanta Mina” foi a primeira amostra do novo álbum de MC Carol, “Borogodó”. O disco, a ser lançado ainda no primeiro semestre de 2021, tratá a veia cômica – que é característica da artista – ao lado de músicas que vão abordar temas como a sexualidade do ponto de vista feminino, além da gordofobia e o machismo, questões que a MC combate no dia a dia.

Artur Santoro (Batekoo) e MC Carol #Afetos 

Quando: 17.06 | qui | 19h

Onde? instagram @casanaturamusical

– Fotos do Evento